quinta-feira, 31 de maio de 2012

Vila Nova e Porto no século XVII


A representação gráfica mais antiga e pormenorizada de Vila Nova, data do ano de 1669. Esta aguarela foi desenhada por Pier Maria Baldi, um pintor florentino que acompanhou Cosme de Médicis, na viagem que este realizou pela Europa, passando também por Portugal.








As gravuras podem ser visualizadas no seu tamanho original clicando sobre elas com o botão do rato


Podemos ver no canto superior direito da gravura, o actual Mosteiro da Serra do Pilar, ainda sem a sua cúpula, no cimo do Monte da Meijoeira como era chamado na altura. Em baixo, mais à esquerda no meio de uma arvoredo junto ao rio podemos ver a antiga Igreja de Santa Marinha. No canto inferior direito da gravura, visualizamos um aglomerado de casas ao longo de uma rua perpendicular ao rio - a rua Direita. Trata-se da antiga povoação de Vila Nova, onde se distinguem alguns edifícios que ainda hoje existem.




As gravuras podem ser visualizadas no seu tamanho original clicando sobre elas com o botão do rato


De um local elevado de Vila Nova, Baldi retrata também a cidade do Porto, no ano de 1669. Podemos ver que no lado de Vila Nova, à esquerda da antiga igreja de Santa Marinha, não havia qualquer povoação. 


Aqui  ficam  duas  fabulosas  gravuras  que  retratam paisagens tão familiares num tempo longínquo.

Estas gravuras foram retiradas da BNP digital e o texto do livro intitulado Gaia e Vila Nova na Idade Média, arqueologia de uma zona ribeirinha, de Joaquim António Gonçalves Guimarães, com edição da Universidade Portucalense